Palavra-chave
Carregamento...

Redes de sementes foram estabelecidas em diversas regiões do Brasil como iniciativas de base para a participação comunitária em atividades de fornecimento de material vegetal nativo e restauração da paisagem . Essas estratégias lideradas pela comunidade envolvem a ligação de comunidades que adotaram diversas práticas e tecnologias para coleta, processamento e armazenamento de sementes com projetos de restauração regional.

Mato Grosso, Brasil

Fabricantes de florestas

Forest Makers é um documentário de realidade virtual feito pelo Instituto Socioambiental (ISA) e pela Associação Rede de Sementes do Xingu (ARSX) para mostrar o método de semeadura direta conhecido como 'muvuca' (uma mistura ou multidão de sementes) em ação nas bacias hidrográficas do Xingu, Araguia e Teles Pires. Os aspectos de RV do filme destacam como a Rede de Sementes do Xingu procura situar os saberes indígenas em saberes de reflorestamento antigos e emergentes, ao mesmo tempo em que constrói modos de participação virtual e acesso para espectadores que podem estar a uma distância física.

São Paulo, Região Sudeste, Brasil

Redário

A plataforma Redário é "a rede nacional das redes de sementes" no Brasil. Esta plataforma fornece instrumentos para coproduzir canais de comunicação e facilitar práticas para o avanço das atividades de restauração. Esta rede nacional auxilia o compartilhamento de conhecimento entre diferentes organizações e atores, utilizando tecnologias digitais, incluindo plataformas colaborativas e aplicativos para planejamento, gerenciamento e comercialização de fornecimento de sementes.

Screenshot 2022-04-11 at 18.21.36
O logo da Redário. Fonte da imagem: Redário. Consultada a 7 de junho de 2022, em https://redario.sementesdoxingu.org.br/
Bahia, Região Nordeste, Brasil

Arboretum

O Arboretum é um programa de restauração florestal que reúne atores para coleta de sementes, produção de mudas e ações de restauração. O programa está localizado no meio do Bioma Mata Atlântica, entre o sul do estado da Bahia e o norte do estado do Espírito Santo. Esta ação foi proposta pelo Serviço Florestal Brasileiro em 2010 com o apoio do IBAMA utilizando recursos de multas aplicadas a uma empresa florestal.

O programa possui uma Base de Conservação e Restauração Florestal, incluindo herbário, laboratório de sementes, câmaras de armazenamento de sementes e viveiro de mudas.

Goiás, Região Centro-Oeste, Brasil

Cerrado de Pé, Associação dos Coletores de Sementes

A colaboração de várias partes interessadas resultou na criação da Associação dos Coletores de Sementes do Cerrado de Pé em 2012. Este fornecedor de sementes liderado pela comunidade envolve mais de 60 famílias em 8 comunidades no Brasil Central. Esta rede tem tecnologias e práticas avançadas de sementes para fornecer diversas espécies de plantas para aumentar a restauração na região do Cerrado, incluindo gramíneas autóctones, outras ervas e arbustos comumente negligenciados. Os acordos de comercialização são apoiados pela Rede de Sementes do Cerrado, que conecta grupos locais de coleta de sementes com várias demandas regionais de restauração.

Saiba mais sobre o Cerrado de Pé e a Rede de Sementes do Cerrado.

Mato Grosso, Região Centro-Oeste, Brasil

Rede de Sementes do Xingu

A Rede de Sementes do Xingu é a maior fornecedora de sementes autóctones do Brasil com um sistema de produção comercial (mais de 25 toneladas anuais) capaz de contribuir para responder à demanda do mercado regional no sudeste da Amazônia. A iniciativa comunitária foi estabelecida em 2007 em uma região com alta taxa de desflorestamento devido a um histórico de intensos e violentos conflitos sociais entre interesses agrícolas e comunidades indígenas na fronteira agrária da Amazônia.

Xingu Seed Network

Os praticantes preparam a mistura de sementes para a restauração da terra através da sementeira direta. Fonte: Tui Anandi.

Ao longo de mais de uma década, a rede Xingu envolveu mais de 568 coletores e criou cerca de 1,4 milhões de USD como renda familiar. As práticas locais de conhecimento têm um papel essencial na promoção de providências específicas para a coleta de sementes de 220 espécies autóctones, respeitando as relações socioculturais com os territórios.

A rede Xingu tem ajudado a estimular a demanda pelas sementes autóctones, que estão oferecendo novas oportunidades de desenvolvimento econômico para as comunidades locais, e a experiência de restauração no Xingu tem sido compartilhada e adotada em outros lugares do Brasil, simulando a implementação de metas nacionais de restauração.

Confira mais informações no site da Rede de Sementes do Xingu, ou ouça nosso episódio de rádio com Claudia Araújo.

/
rádio florestal inteligente